quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

CAPA - Cármen Lúcia, Ministra do STF, dá 48 horas para tribunais informarem salários de juízes de todo país



A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), cobrou dos presidentes dos Tribunais de Justiça (TJs) o cumprimento da determinação para o envio ao CNJ dos dados referentes à remuneração dos magistrados de todo o país. O ultimato, com um prazo de 48 horas, foi dado em reunião na última segunda-feira e vence nesta quarta-feira (6). Nessa terça-feira (5), após a pressão, mais Cortes encaminharam suas planilhas. Ao todo, 24 dos 90 tribunais brasileiros – entre TJs e Tribunais Federais, Eleitorais, Militares e do Trabalho – entregaram os holerites de seus magistrados.

Segundo a ministra, a demora na entrega das informações pode passar para a sociedade a impressão de que os tribunais estão agindo de “má-vontade”. “Quero terminar o ano mostrando para a sociedade que não temos nada para esconder”, afirmou.