Mulher é condenada por aliciar adolescente à prostituição

Foto: Ilustração


A Justiça de Campina da Lagoa condenou nesta semana uma mulher acusada de aliciar uma adolescente de 16 anos de idade à prostituição.

O caso aconteceu no Município de Nova Cantu, no ano de 2009, em que a condenada, então proprietária de um bar, propôs à vítima que ela ganharia o valor de um real para cada cerveja que fosse consumida pelos clientes e, após a venda de sete unidades, poderia fazer programas com os fregueses do estabelecimento, cobrando o preço que desejasse.

A mulher, que não teve o nome divulgado, foi condenada à pena de cinco anos e cinco meses de reclusão, em regime semiaberto. 

(Portal O Vale).