sexta-feira, 14 de julho de 2017

Adolescente de 17 anos é agredida e tem os ossos da face quebrados. Agressor nega estupro



Uma adolescente de 17 anos foi violentamente agredida na noite de quarta para quinta-feira, em rancho Alegre do Oeste, tendo os ossos da face quebrados, e sinais de agressão em outras partes do corpo. Como ela foi encontrada seminua, se suspeitou em princípio que ela tivesse sido vítima de abuso sexual, o que foi desmentido pelo agressor, Valdir Pereira de Araújo, conhecido como Dica.

A agressão aconteceu entre 22 horas de quarta-feira e zero hora de quinta-feira, em um milharal na periferia de Rancho Alegre do Oeste.
 
A adolescente descreveu as roupas do agressor e com isso foram realizadas diligências pela equipe do Serviço de Inteligência da Polícia Militar, que localizou Dica na tarde de quinta-feira, na casa de uma tia.

Em conversa preliminar, Dica contou aos policiais militares que saiu de sua casa por volta das 22 horas e encontrou com a vítima perto da caixa d’água e esta passou a xingá-lo. Ele correu atrás da adolescente e a derrubou, passando a agredi-la com chutes, socos e enforcamentos. Ele contou que tinha um desentendimento anterior com a adolescente, que supostamente estaria atrapalhando o seu relacionamento.

Após a agressão, Dica foi para a sua casa e na manhã de quinta-feira foi até o distrito de Primavera e depois retornou para Rancho Alegre, onde foi encontrado na casa de uma tia, escondido atrás de uma porta.

Dica negou que tenha abusado sexualmente da menor, e disse que ela estava seminua porque tentou resistir ás agressões e por isso suas roupas se rasgaram.

A menor foi socorrida e encaminhada ao Pronto Atendimento da Santa Casa de Goioerê e depois transferida para um hospital de Campo Mourão. Ela deverá passar por exame de conjunção carnal, para verificar se houve violência sexual.

Valdir Pereira de Araújo foi autuado em flagrante na Delegacia de Polícia de Goioerê por tentativa de homicídio e está recolhido na cadeia pública.

(Goionews)